Giro

NASA: rochas espaciais se aproximam mais do que a órbita da Lua

Crédito: Reprodução/NASA

Um asteróide fez uma aparição surpresa nesta quarta-feira. A rocha espacial chegou tão perto da Terra que cruzou a órbita da lua. (Crédito: Reprodução/NASA)

Um asteróide conhecido como 2021 BO1 fez uma aparição surpresa nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira. A rocha espacial chegou tão perto da Terra que cruzou a órbita da lua.

+ Seis asteróides para passar perto da Terra amanhã, diz NASA
+ Veja as 20 imagens mais impressionantes da Terra selecionadas pela NASA

A análise da NASA revelou que ele veio a apenas 0,7 distâncias lunares de nosso planeta. Uma distância lunar é o comprimento entre a Terra e a Lua, ou 384.317 quilômetros. Portanto, 0,7 distâncias lunares significam que o asteróide veio a apenas 269.022 quilômetros de nosso planeta.

A análise da NASA revelou que o asteróide estava viajando a impressionantes 10,2 quilômetros por segundo, ou mais de 36 mil quilômetros por hora. Isso significa que 2021 BO1 pode completar uma órbita da Terra em menos de uma hora. Para referência, a Lua leva mais de 28 dias para orbitar a Terra.



A agência espacial considerou a rocha espacial um Objeto Próximo à Terra (NEO). A NASA disse em seu site Jet Propulsion Laboratory (JPL): “NEOs são cometas e asteróides que foram empurrados pela atração gravitacional de planetas próximos em órbitas que lhes permitem entrar na vizinhança da Terra.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel