Giro

Nasa lançará missão de redirecionamento de asteroide em novembro

Crédito: Reprodução/NASA

No dia 23 de novembro, a Nasa dará início a um teste na qual uma espaçonave colidirá deliberadamente contra um asteroide. (Crédito: Reprodução/NASA)

No dia 23 de novembro deste ano, a Nasa dará início à missão Double Asteroid Redirection Test (DART), ou Teste de Redirecionamento de Asteroide Duplo, na qual uma espaçonave colidirá deliberadamente contra um asteroide.



De acordo com a emissora australiana 7 News, a nave responsável pela tentativa de redirecionamento do corpo celeste será levada ao espaço pelo foguete Falcon 9, da empresa SpaceX, do bilionário sul-africano Elon Musk, a partir da base de Vandenberg na Califórnia.

+ Lucy, a missão da Nasa que explorará os misteriosos asteroides troianos de Júpiter

Após o lançamento em novembro, a missão DART de deflexão de asteroide deverá ser efetivada em setembro de 2022. Seu alvo principal é Dimorphos, uma pequena lua que orbita o asteroide Didymos, de 800 m de diâmetro e que é considerado potencialmente perigoso para a Terra.

Essa será a primeira grande demonstração da tecnologia de redirecionamento de asteroides pela agência espacial americana, como parte da política de “defesa planetária”, diz a emissora.

+ O economista Paulo Gala revela os caminhos para investir bem em 2022



A data da colisão não foi escolhida ao acaso. Em setembro de 2022, Didymos e Dimorphos estarão relativamente próximos da Terra e a 11 milhões de quilômetros do nosso planeta, explica a 7 News.

O DART colidirá com Dimorphos a quase 24 mil km/h. Uma câmera chamada DRACO e um software de navegação autônomo ajudarão a espaçonave a detectar e colidir com a lua.

Segundo a emissora australiana, o impacto só mudará em 1% a velocidade da órbita de Dimorphos, o que não parece muito, mas mudará o período orbital da lua em vários minutos. Essa mudança pode ser observada e medida a partir de telescópios terrestres.

Duas décadas atrás, astrônomos descobriram um sistema binário envolvendo um asteroide próximo à Terra orbitado por uma lua. Ele recebeu o nome Didymos, que em grego significa “gêmeo”.

A lua, com 160 m diâmetro, foi chamada Dimorphos pelo cientista planetário Kleomenis Tsiganis, da Universidade Aristotélica de Thessaloniki, na Grécia, e membro da equipe DART.

“Dimorphos, que significa ‘duas formas’, reflete o status desse objeto como o primeiro corpo celeste que terá o formato de sua órbita significativamente alterado pela humanidade. Neste caso, pelo impacto do DART”, comenta Tsiganis, citado pela 7 News.

Depois da colisão de 2022, a Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês), lançará sua missão Hera em outubro de 2024 para avaliar os resultados do redirecionamento do sistema binário.


Saiba mais
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto