Economia

Não há previsão no momento de extensão do auxílio emergencial, diz Waldery

O secretário de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, disse nesta sexta-feira, 30, que não há previsão, no momento, de extensão dos pagamentos do auxílio emergencial. Em balanço dos impactos das medidas para o combate à covid-19, Rodrigues disse que os gastos com o auxílio somam R$ 321,8 bilhões, mesmo valor considerado em apresentações anteriores.

Na entrevista coletiva, o secretário destacou as medidas adotadas pelo governo, como o benefício emergencial, que permitiu a suspensão de contratos de trabalho e redução de jornadas.

“O fundo do poço ficou em abril, maio, tanto em relação à arrecadação quanto à atividade econômica”, afirmou o secretário.

Ele ressaltou que a redução de riscos fiscais e defesa do teto de gastos continuam sendo a premissa da equipe econômica.



Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago