Economia

“Não fazer a reforma da Previdência seria desastroso para a economia”, diz Marcos Lisboa

O fracasso de não  vingar a reforma da Previdência encaminhada pelo governo federal ao Congresso Nacional seria fatal para a economia do País, na avaliação do presidente do Insper, instituição sem fins lucrativos de ensino superior e pesquisa, Marcos Lisboa. Ele participou nesta quarta-feira, 05, do debate “Reforma da Previdência” promovido pela revista DINHEIRO, em São Paulo.

Lisboa lembrou que o modelo previdenciário no Brasil entrará em colapso porque a população envelhece rapidamente e o número de trabalhadores em relação aos que trabalham e contribuem com a Previdência Social diminui de forma acelerada.

“Tínhamos há três ou quatro décadas cerca de nove trabalhadores para cada aposentado no Brasil. Este número deve cair para 2,5 considerando-se que a minha geração tinha em média seis filhos por casal. Hoje, menos de dois filhos”, afirmou.

Lisboa acredita que a reforma está atrasada e o risco de não fazê-la adequadamente coloca em xeque a economia brasileira. “Estamos atrasados, fomos irresponsáveis, fingimos que o problema não existia”, disse.



O efeito colateral de curto prazo de um fracasso na reforma da Previdência, na visão de Lisboa, seria um aumento da inflação e conseqüente dos juros. “No longo prazo, a percepção de risco do Brasil não pagar suas dívidas, entrar em default daqui a alguns anos, não está descartado”, concluiu.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago