Giro

“Não beba etanol”: Veja 5 alertas inusitados presentes em manuais de veículos

Crédito: Divulgação

Manual de instruções automotivo (Crédito: Divulgação)

Uma das frases mais vistas nas descrições de um anúncio de automóvel usado na internet é: “O veículo possui chave reserva e manual”. O manual de instruções do automóvel é de extrema importância, para que o proprietário possa saber as funções do carro, os alertas e como realizar algumas tarefas em situações emergenciais. Entretanto, muitos deles dizem coisas um tanto quanto óbvias, que acabam passando despercebidas. As informações são do portal “Uol”.

+ Leilão da Receita oferta Ford Mustang e Dodge Dart a partir de R$ 5 mil 



1 – É óbvio, mas vale o alerta

O manual automotivo de instruções do HB20, da Hyundai, por exemplo, vem com o seguinte alerta:

“Álcool combustível (Etanol) para veículos flex não deve ser ingerido, ao contrário de vinho ou cerveja que são destilados de produtos naturais”. O aviso é bastante óbvio, mas para a montadora sul-coreana não parece ser.

2 – Evite o esmagamento por vidros elétricos

Outro aviso um tanto quanto inusitado é o da Ford nos manuais do Ka e do EcoSport. A montadora norte-americana tem em seu manual dos modelos citados anteriormente um aviso para que o motorista e os passageiros não brinquem com os vidros elétricos do carro.

+ Confira 10 receitas para reaproveitar ou turbinar o arroz do dia a dia


Segundo a montadora, existe um comando que pode ser desativado com uma combinação de movimentos, desativando o sistema antiesmagamento, que pode colocar pessoas e animais de estimação, que estão no carro, em risco.

3 – Bateria

Os alemães não ficaram de fora. A Volkswagen recomendou aos seus clientes e proprietários de Gol e Saveiro que não engulam as baterias utilizadas no sistema de chaves de comando do veículo.


“Se forem ingeridas baterias com diâmetro de 20 mm ou outras baterias de lítio, poderão ocorrer lesões graves ou até fatais em um curto espaço de tempo. Procurar auxílio médico imediatamente se houver suspeita de que uma bateria tenha sido engolida”, dizia o aviso.

4 – Limpador de vidros

Você já viu alguém lavar o carro com o limpador de vidros ligado? Pois é, parece que a Renault já, ou pelo menos imagina que alguém possa fazer isso. Por isso, a montadora francesa solicitava, no manual do Sandero e do Logan, que os seus clientes colocassem a haste do para-brisas na posição A (parada). A ideia era não ferir a pessoa que estivesse limpando o carro.

5 – Controle de Tração

Por fim, a Jeep, que faz parte do grupo Stellantis, encerra a lista com um aviso um pouco mais sério, mas que não deixa de ser diferente, devido a sua forma de escrita.

“O sistema TC não é capaz de contrariar as leis naturais da física e não é capaz de aumentar a aderência dependente das condições da estrada”, diz a montadora no manual do Renegade.

Segundo a empresa, o uso do Controle de Tração (TC) pode ser perigoso, se for feito de forma indevida. Por isso, é preciso sempre lembrar da terceira lei de Newton: “toda ação gera uma reação, oposta ou de igual intensidade”.