Giro

“Não acreditem nela”, diz presidente da CPI sobre Nise Yamaguchi

Crédito: REUTERS/Adriano Machado

Médica Nise Yamaguchi depõe à CPI da Covid no Senado (Crédito: REUTERS/Adriano Machado)

Por Maria Carolina Marcello

BRASÍLIA (Reuters) – O presidente da CPI da Covid no Senado, Omar Aziz (PSD-AM), fez um apelo nesta terça-feira às pessoas que acompanham o depoimento da médica Nise Yamaguchi para que não acreditassem nela, após a depoente reiterar declaração anterior em que disse ser contra uma vacinação “aleatória” da população e reforçar a defesa do que chamou de tratamento precoce.

“Não acreditem nela”, disse Omar Aziz. “Não vou fazer propaganda enganosa para a população brasileira. Eu tenho responsabilidade aqui e a responsabilidade é grande”, afirmou o presidente da CPI, que chegou a interromper a fala da médica.

Senadores da comissão chegaram a propor que o depoimento prestado por Yamaguchi na condição de convidada fosse interrompido e ela fosse então convocada à CPI, o que a obrigaria a dizer a verdade, sob risco de prisão.

Após tumulto na CPI, que chegou a ser interrompida por alguns minutos, a médica afirmou que o “tratamento precoce não compete com o preventivo da doença”.

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH501SE-BASEIMAGE

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago