Geral

Município do Rio de Janeiro entra em estágio de atenção por causa da chuva

O município do Rio de Janeiro entrou em estágio de atenção às 19h20 de hoje (27) por causa de chuvas de “intensidade forte a muito forte” em algumas áreas da cidade, de acordo com o Centro de Operações (COR) da prefeitura. O estágio de atenção é o segundo nível em uma escala de três e indica a possibilidade de chuva moderada, ocasionalmente forte, nas próximas horas.

O COR alertou que há previsão de pancadas de chuva moderada a forte nesta noite e na madrugada, podendo chegar a muito forte, acompanhada de rajadas de vento moderado a forte e raios.A Defesa Civil municipal acionou sirenes de duas comunidades de São Carlos e do Rato, no bairro do Estácio, na região central do Rio. Os moradores devem seguir até os pontos de apoio.

Logo após as 19h20, a prefeitura do Rio registrou chuva forte nos bairros do Jardim Botânico, com 12,6 milímetros (mm), Santa Teresa (9,6 mm), Recreio dos Bandeirantes (8,6 mm), Irajá (8,2 mm), Tijuca (8 mm), Rocinha (6,6 mm); e chuva fraca a moderada em outras regiões da cidade.

Recomendações

A prefeitura orienta a população a procurar um local seguro, evitar áreas sujeitas a alagamentos e/ou deslizamentos, verificar se há sinais de rachaduras nas residências e se perceber trincas ou abalo na estrutura, acionar a Defesa Civil pelo número 199 e, neste caso, evitar ficar em casa. Se houver ventos fortes e/ou chuvas com descargas elétricas, a orientação é não ficar próximo a árvores ou a áreas descampadas. A prefeitura recomenda também que a população coloque lixo nos pontos de coleta, uma vez que a água da chuva pode levar o lixo a entupir bueiros e galerias.

Para os moradores de áreas de risco, a orientação é ficar atentos aos alertas sonoros, porque o acionamento das sirenes indica perigo de deslizamento. Nesta situação, as pessoas devem se deslocar para os pontos de apoio estabelecidos pela Defesa Civil Municipal. Os locais são informados pelo número 199.

Se houver necessidade de socorro, podem ser acionados os telefones de emergência do Corpo de Bombeiros (193), da Defesa Civil (199) ou da Central de Atendimento da Prefeitura (1746).

Veja também

+ Sandero deixa VW Polo GTS para trás em comparativo
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

Tópicos

Defesa Civil