Giro

Mundial de Handebol: Brasil se complica após três jogos sem vencer

O Brasil ficou numa situação delicada no Mundial de Handebol feminino ao ser derrotado pela Coreia do Sul, por 33 a 27, na madrugada desta terça-feira (3), na cidade de Kumamoto (Japão). A seleção estreou com derrota para a Alemanha e empatou no último domingo (1) com a França, atual campeã mundial. Após mais um revés, o Brasil encontra-se em quinto lugar no grupo B, com apenas um ponto. Somente os três primeiros colocados avançam para a próxima fase.

Para seguir sonhando com o segundo título mundial – o primeiro foi conquistado em 2013 – daqui pra frente a seleção vai precisar se superar em quadra. Terá de vencer amanhã (4) a Dinamarca e, na sexta (6), bater a lanterna Austrália com larga vantagem, pois pode vir a depender de número de gols em caso de desempate. 

Jogo

O ataque brasileiro mostrou eficiência no início do jogo; as brasileiras abriram 7×3 no primeiro tempo, mas as sul-coreanas melhoraram a marcação, igualaram a partida em 9×9 aos 15 minutos e, antes do fim, viraram o placar pra 14×16.  No segundo tempo, o técnico espanhol Jorge Dueñas tentou corrigir as falhas, mas as sul-coreanas mantiveram o controle da partida e no fim selaram a vitória por 27 a 33. 

O destaque brasileiro foi a armadora Eduarda Amorim que anotou nove gols. Também pontuaram as jogadoras Bruna de Paula (quatro gols), Alexandra Martinez (três), Adriana de Castro (três), Mariana Costa (dois), Isaura Menin (dois), Tamires Araújo (um), Larissa Araújo (um), Ana Paula Rodrigues (um) e, Ana Cláudia Bolzan (um).