Gestão e Carreiras

Mulheres tem mais chances de assumir a presidência em empresas menores, diz estudo

O estudo também mostra que a probabilidade de o cargo de presidente ser ocupado por mulheres diminui à medida em que o número de funcionários aumenta e é menor

Crédito: iStock

O Panorama Mulher 2018 é uma pesquisa realizada pela Talenses em parceria com o Insper que busca entender a participação feminina no mundo corporativo. Na atual edição, foram entrevistadas 920 pessoas de empresas com sede no Brasil, na América do Norte e na Europa, de setores de como serviços, indústria e comércio.

Os resultados mostraram que a presença de mulheres em cargos de liderança – presidência ou diretoria – ainda é tímida. Apenas 19% das empresas participantes do estudo possuem uma mulher como vice-presidente e 25% possuem uma mulher na diretoria.

O estudo também mostra que a probabilidade do cargo de presidente ser ocupado por mulheres diminui à medida em que o número de funcionários aumenta e é menor para empresas com administração profissional quando comparadas com empresas de administração familiar.

Apesar dos números, foi constatado que poucas das empresas consultadas na pesquisa tem políticas de inclusão.“Apenas 32% das empresas entrevistadas possuem políticas que visam igualdade em cargos de lideranças”, analisa Luiz Valente, CEO da Talenses.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel