Geral

Mulheres reagem mais que homens

Entre os entrevistados, 45% admitem que conseguem perceber preconceito nos comentários feitos por alguém do convívio, mas metade deles não reage. Quando há reação, ela costuma partir das mulheres (60%).

O Ibope aponta que esse comportamento se justifica porque, possivelmente, as mulheres são mais vítimas. A antropóloga Regina Facchini concorda e ressalta que outras pesquisas demonstram o mesmo. “As mulheres são menos intolerantes, e essa é uma tendência notada em várias pesquisas. Homens tendem a se declarar mais intolerantes.”

A farmacêutica Amanda Batalha, de 23 anos, já reagiu. Gerente em uma farmácia, ela conta ter presenciado uma funcionária comentando com outra: “Seu cabelo é ruim. Não passa nem água”. Deu uma advertência e uma suspensão na ofensora, e diz que o episódio não se repetiu. “Ela pediu desculpas e acho que se arrependeu. Espero que sim. Preconceito é doença.”

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança