Economia

Mulheres confessam ter matado maratonista em Minas Gerais

A Polícia Civil de Alfenas (MG) prendeu nesta quarta-feira, 22, seis pessoas acusadas de envolvimento na morte do maratonista João Vicente dos Santos, de 51 anos. Ele desapareceu no final de outubro e somente agora seu corpo foi encontrado. Já seu carro tinha sido localizado queimado na época, após o atleta sair para treinar.

Duas mulheres, Mariângela Fernandes, 29 anos, e a companheira dela, Pâmela Maria de Lima Gonçalves, 33 anos, confessaram ter matado Joãozinho, como era conhecido, porque ele estaria assediando uma delas.

Ele foi atraído por Pâmela para um motel, onde caiu em uma emboscada e acabou morto. As outras quatro pessoas teriam, posteriormente, ajudado a ocultar o corpo.

O delegado Márcio Bijalon diz considerar o caso elucidado. Ele contou que as duas mulheres responderão por homicídio. “Já os outros quatro serão indiciados por ocultação de cadáver e furto, pois pegaram alguns objetos da vítima”.

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança