Giro

MPF processa ex-ministro Weintraub por improbidade administrativa

MPF processa ex-ministro Weintraub por improbidade administrativa

Ex-ministro Abraham Weintraub

BRASÍLIA (Reuters) – O Ministério Público Federal em Brasília moveu na Justiça Federal uma ação de improbidade administrativa contra o ex-ministro da Educação do governo Bolsonaro e atual diretor do Banco Mundial, Abraham Weintraub, por ter feito afirmações dolosamente incorretas e distorcidas sobre universidades públicas.

Em comunicado divulgado nesta quinta-feira, o MPF disse que as declarações de Weintraub, proferidas na época que era o titular da pasta da Educação, tinham como claro propósito desacreditar os serviços prestados por essas instituições de ensino.

Na ação enviada à Justiça, o MPF relata as “acusações inverídicas” feitas pelo então ministro como a de que em algumas dessas instituições haveria plantações extensivas de maconha, com o uso inclusive de agrotóxico para esses cultivos.

Se condenado pela Justiça, o ex-ministro pode ter seus direitos políticos suspensos e ser obrigado a pagar multa.

Não foi possível contatar de imediato o ministro para ele comentar a ação.

(Reportagem de Ricardo Brito)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH3L15P-BASEIMAGE

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel