Política

MP do Paraná faz buscas em escritório de líder de Bolsonaro na Câmara

O Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado do Ministério Público do Paraná e a Polícia Civil cumprem na manhã desta quarta-feira, 16, um mandado de busca e apreensão no escritório do deputado Ricardo Barros (PP) em Maringá, a 430 km da capital, Curitiba. Barros é líder do governo Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados e foi ministro da Saúde do governo Temer, além de prefeito de Maringá.

Segundo os investigadores, ao todo são cumpridos oito mandados de busca e apreensão no âmbito de investigação sobre supostas irregularidades em contratos de energia elétrica e compras de equipamentos no Paraná.

Barros afirmou estar tranquilo e em total colaboração com as investigações do Ministério Público do Paraná. Em nota, o gabinete do deputado informou que “o parlamentar reafirma a sua conduta ilibada e informa que solicitou acesso aos autos do processo para poder prestar mais esclarecimentos à sociedade e iniciar sua defesa.” O texto também informa que “Ricardo Barros, relator da Lei de Abuso de Autoridade, repudia o ativismo político do Judiciário”.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel