Agronegócio

Movimentação geral de cargas no setor portuário cresce 4,2% em 2020 ante 2019

Brasília, 1 – A movimentação geral de cargas do setor portuário cresceu 4,2% no ano passado ante 2019, uma soma final de 1,151 bilhão de toneladas. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), com a participação do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, e do secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários do ministério, Diogo Piloni.

“Esses números finais comprovam resiliência e capacidade de entrega do setor. O setor manteve os mais altos níveis de prestação de serviço, garantindo que produtos continuassem a ser exportados, mantendo a economia aquecida, além da importação”, disse o diretor-geral da agência, Eduardo Nery, segundo quem a Antaq se prepara para um “crescimento ainda maior” em 2021.

Nery citou como fatores de impulso os 18 leilões programados para 2021 na área, com expectativa de atrair investimentos de mais de R$ 4 bilhões.

Para o diretor-geral, os resultados positivos ao longo de 2020 são também resultado da “priorização” do setor portuário pelo governo em seu programa de concessões. Segundo ele, entre 2019 e 2020, a área portuária é a que concentrou mais leilões a nível federal.

Ao comentar o crescimento de 2020, Freitas afirmou que o número é importante para mostrar que houve uma resposta às dificuldades impostas pela pandemia do novo coronavírus.

“Todos enfrentam dificuldades sobre quais decisões tomar, era necessário manter os portos funcionando”, disse o ministro da Infraestrutura.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel