Mundo

Moscou acusa Ucrânia de atacar cidade russa com mísseis

Crédito: Arquivo / DW

A Rússia acusou neste domingo (07/03) a Ucrânia de disparar três mísseis contra a cidade de Belgorod (Crédito: Arquivo / DW)



Pelo menos três pessoas morreram após explosões em Belgorod, diz autoridade local. Russos reivindicam tomada de Lysychansk, último grande reduto ucraniano em Lugansk. Belarus também alega ser alvo de disparos da Ucrânia.A Rússia acusou neste domingo (07/03) a Ucrânia de disparar três mísseis contra a cidade de Belgorod, perto da fronteira ucraniana, em ataques nos quais pelo menos três pessoas morreram e outras quatro ficaram feridas.

“As defesas antiaéreas russas derrubaram três mísseis de fragmentação Tochka-U lançados por nacionalistas ucranianos contra Belgorod”, disse o porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia, Igor Konashenkov, acrescentando que “após a destruição dos mísseis ucranianos, os destroços de um deles caíram sobre uma casa”.

+ Ferramentas financiadas pelos EUA ajudam a contornar a censura russa

Antes, o governador da região, Viacheslav Gladkov, havia informado na rede Telegram que explosões foram registradas na cidade nas primeiras horas deste domingo, danificando 11 prédios residenciais e 39 casas.




“As causas do incidente estão sendo investigadas, as defesas antiaéreas foram ativadas”, acrescentou, sem dar mais detalhes.

Gladkov disse que foi rapidamente para as cinco ruas afetadas pelas explosões no norte da cidade, não muito longe do centro.

Um homem e uma criança foram hospitalizados, outros dois feridos foram atendidos no local, segundo autoridades locais.


Desde o início da ofensiva da Rússia na Ucrânia em 24 de fevereiro, o governo russo acusou repetidamente as forças ucranianas de realizar ataques em solo russo, especialmente na região de Belgorod.

Em Belgorod vivem cerca de 400 mil pessoas. A cidade fica cerca de 40 quilômetros ao norte da fronteira com a Ucrânia e é o centro administrativo da região de mesmo nome.

No início de abril, o governador Gladkov acusou a Ucrânia de atacar um depósito de combustível em Belgorod com dois helicópteros.

Belarus também acusa ataques ucranianos

O presidente de Belarus, Alexander Lukashenko, disse que seu exército derrubou mísseis disparados em seu território a partir da Ucrânia e promete responder “instantaneamente” a qualquer ataque inimigo.

“Estamos sendo provocados”, disse Lukashenko à agência de notícias estatal Belta. “Devo dizer que cerca de três dias atrás, talvez mais, eles tentaram atacar alvos militares em Belarus a partir da Ucrânia.

A Ucrânia disse na semana passada que mísseis disparados de Belarus atingiram uma região de fronteira dentro de seu território.

Russos reivindicam tomada de Lysychansk

O governo da Rússia afirmou que suas forças assumiram neste domingo o controle da última grande cidade controlada pela Ucrânia na província de Lugansk, aproximando Moscou de seu objetivo declarado de tomar toda a região ucraniana de Donbass.

O ministro russo da Defesa, Serguei Shoigu, disse ao presidente russo, Vladimir Putin, que tropas russas junto com membros de uma milícia separatista local “estabeleceram o controle total sobre a cidade de Lysychansk”, segundo agências russas de notícias.

Combatentes ucranianos passaram semanas tentando defender Lysychansk e impedir que seja tomada pela Rússia, como ocorreu com a vizinha Sievierodonetsk há uma semana.

Um conselheiro do presidente ucraniano previu na noite de sábado que a cidade pode ser ocupada pelos invasores dentro de dias.

As autoridades ucranianas não forneceram imediatamente uma atualização sobre a situação da cidade.

Há uma semana, o governador de Lugansk disse que as forças russas estavam fortalecendo suas posições em uma batalha severa para capturar o último reduto de resistência na província. “Os ocupantes lançaram todas as suas forças em Lysychansk. Eles atacaram a cidade com táticas incompreensivelmente cruéis”, afirmou Serguei Haidai disse no aplicativo de mensagens Telegram.

Um rio separa Lysychansk de Sievierodonetsk. Oleksiy Arestovych, um conselheiro do presidente ucraniano, disse durante uma entrevista online na noite de sábado que as forças russas conseguiram pela primeira vez atravessar o rio pelo norte, criando uma situação “ameaçadora”.

Arestovych disse que os invasores não chegaram ao centro da cidade, mas que o curso dos combates indicava que a batalha por Lysychansk seria decidida até segunda-feira.

As forças russas intensificaram no sábado seus ataques à cidade ucraniana de Lysychansk, alegando ter cercado “completamente” o último reduto ucraniano na região de Lugansk. A Ucrânia negou o cerco.

Se Lysychansk cair, toda a região de Lugansk – que junto com Donetsk compõe a região leste do Donbass – poderá ficar sob controle russo, marcando outro avanço estratégico para o presidente russo, Vladimir Putin.






Tópicos

até quando vai a guerra na ucrânia Avanço russo no leste Avanço russo Severodonetsk EUA ajuda ucrânia eua enviam mísseis ucrânia europa interesses ucrânia Finlândia Suécia otan Guerra da ucrânia momentos finais? guerra na ucrânia quando acaba guerra ucrânia 100 dias guerra ucrânia europa desestabilizada guerra ucrânia momentos decisivos o que acontece se russia usar armas nucleares o que Otan onde fica a ucrânia otan potencial bélico Otan significado otan tropas Polônia ajuda Finlândia Suécia por que a rússia invadiu a ucrânia por que a ucrânia é tão importante putin blefe Putin EUA ameaça quais países integram Otan qual a importância da ucrânia no cenário geo-político quegrra da ucrânia quando acaba? russia ameaça nuclear ucrânia Rússia crimes de guerra russia encerra manobras militares Rússia EUA conflito ucrânia Russia guerra longa EUA Rússia lança ataque para cercar tropas ucranianas no leste Rússia leste ucrânia avanço Rússia mísseis EUA ucrânia Rússia não usará armas nucleares? rússia toma donbass Rússia Ucrânia atividade econômica rússia ucrânia exército rússia ucrânia fronteiras Rússia Ucrânia gás Rússia Ucrânia história Rússia Ucrânia interesses comerciais rússia ucrânia mapa Rússia Ucrânia Otan rússia ucrânia potencial bélico Rússia Ucrânia revolução soviética rússia ucrânia tropas Russos derrotam ucranianos Severodonetsk ucrânia 3ª guerra mundial? ucrânia envolvimento EUA EstadosUnidos ucrânia guerra fim do conflito Ucrânia vai perder a guerra? Ucrânia donbas