Política

Moro vai às redes sugerir Escolha de candidatos ‘sem discurso de ódio’

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro usou as redes sociais neste domingo, 15, para defender voto em candidatos ‘íntegros’ e sem ‘discurso de ódio’. O ex-juiz da Lava Jato afirmou ser ‘simbólico’ que as eleições municipais deste ano tenham caído no mesmo dia da Proclamação da República.

“É simbólico que a eleição deste 15/11 ocorra no mesmo dia do aniversário da República. O eleitor é responsável pelo que vai acontecer nos próximos 4 anos. Escolha candidatos íntegros e comprometidos com uma gestão honesta e que beneficie a todos, sem discurso de ódio. Vote consciente!”, afirmou.

Moro tem iniciado conversas para tentar afastar sua imagem à do presidente Jair Bolsonaro, a quem compôs o governo até abril deste ano. O ex-magistrado chegou a ter conversas com o apresentador de televisão Luciano Huck com objetivo de viabilizar uma possível chapa presidencial para 2022.

A movimentação, no entanto, desagradou aliados de Huck, que considerou a aproximação prematura. Segundo o núcleo que acompanha o apresentador, o nome do ex-juiz ainda é muito ligado à direita e dificulta a imagem de uma candidatura de ‘centro’ que apoiadores de Huck defendem. O encontro entre os dois ocorreu no último dia 30, no apartamento de Moro, em Curitiba, e foi revelado pelo jornal Folha de S. Paulo. O Estadão confirmou que eles almoçaram juntos.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel