Negócios

Moody’s rebaixa nota da Odebrecht Engenharia para rating C

A empreiteira anunciou recentemente que irá usar um período de carência de 30 dias para pagar juros de uma dívida de US$ 550 milhões, ação que fez com que o rating da empresa caísse para C

Moody’s rebaixa nota da Odebrecht Engenharia para rating C

Sede da Odebrecht em São Paulo, em 2 de março de 2017 - AFP/Arquivos


A agência de classificação de risco Moody’s realizou nesta terça-feira (6) uma atualização de suas notas, e um dos afetados foi a Odebrecht Engenharia e Construção (OEC). A empreiteira anunciou recentemente que irá usar um período de carência de 30 dias para pagar juros de uma dívida de US$ 550 milhões, ação que fez com que o rating da empresa caísse para C.

“Vemos a perda do prazo de pagamento como um sinal de que a empresa provavelmente buscará uma reestruturação mais profunda da dívida no curto prazo, com graves perdas para os credores”, afirmou a Moody’s, em nota.

A OEC enviou nota a seus credores avisando que vai usar do período de carência para analisar alternativas para sua posição financeira a curto e médio prazo. A justificativa é um “ambiente de mercado desafiador para os setores de indústria engenharia e construção”. Pelo mesmo motivos, a Standard & Poor’s e a Fitch – outras agências de risco – rebaixaram a nota da empresa no último dia 26.

A Odebrecht vem queimando cerca de US$ 150 milhões por trimestre, e tem uma dívida de US$ 3,1 bilhões. “Assim, a estrutura de capital da OEC é insustentável em relação ao tamanho atual da empresa em termos de receita”, disse a Moody’s sobre a situação financeira da empresa.