Edição nº 1087 14.09 Ver ediçõs anteriores

Monashees e fundo russo investem US$ 9 milhões em startup de fundadores da 99

Monashees e fundo russo investem US$ 9 milhões em startup de fundadores da 99

Yellow é o nome da startup de Ariel Lambrecht e Renato Freitas, fundadores da 99, em conjunto com Eduardo Musa, ex-presidente da Calói

A startup brasileira de compartilhamento de bicicletas Yellow recebeu US$ 9 milhões do fundo brasileiro Monashees e da Grishin Robotics, fundo de investimento russo que pertence a Dmitry Grishin, fundador do Mail.Ru, uma das maiores empresas de internet da Rússia, avaliada em US$ 7,6 bilhões.

A Yellow é uma startup de Ariel Lambrecht e Renato Freitas, ambos fundadores do aplicativo de transporte 99, comprado pela Didi Chuxing, o Uber da China, em janeiro deste ano. Na ocasião, a startup brasileira foi avaliada em US$ 1 bilhão. Eduardo Musa, ex-presidente fabricante de bicicletas Calói, completa o trio de empreendedores.

Ariel Lambrecht, quando estava na 99

“Tivemos muito interesse de investidores de fora em aportar recursos na Yellow”, disse Lambrecht, em entrevista ao blog BASTIDORES DAS EMPRESAS. “Um dos motivos são os três fundadores. As pessoas olham e acreditam que tem chance de dar certo.”

A nova startup da dupla da 99 começará a operar em São Paulo em julho. Será um serviço de compartilhamento de bicicletas equipadas com GPS, que não terá uma estação para fazer a devolução. O consumidor poderá deixá-la em qualquer lugar.

Para usar o serviço, o consumidor usará um aplicativo, que localizará onde está a bicicleta e a liberará para uso. O pagamento será feito também direto no programa para smartphone. Nessa primeira fase, Lambrecht estima que estarão disponíveis 20 mil bicicletas.

O aporte recebido pela Yellow foi considerado um “seed money”, ou seja, é um capital semente, usado para dar o impulso inicial no projeto.

Mas o valor, de US$ 9 milhões, é considerado pouco comum. No Brasil, em geral, o “seed money” envolve quantias que não ultrapassam R$ 1 milhão. “É o maior investimento seed money da América Latina”, afirma Lambrecht.

A Monashees, que está apostando na Yellow, foi o primeiro investidor da 99. Fundado por Eric Acher e Fábio Igel, o fundo investe em 48 startups brasileiras, entre elas o marketplace Enjoei e o sistema para empresas na internet Conta Azul.

A Grishin Robotics, por sua vez, tem 22 investimentos. Além da Yellow, ela aposta também em outras operações de compartilhamento de bicicletas, como a oBike, de Cingapura, e a GoBee.Bike, de Hong Kong.


Mais posts

Herdeiro do Itaú investe em startup de saúde

O médico José Luiz Setúbal, um dos acionistas do banco Itaú Unibanco, é um dos investidores da startup Amparo Saúde

Monashees e XP investem em fintech de crédito

A Rebel, dos empreendedores André Botelho Bastos, Daniel Shteyn e Rafael Pereira, está acertando os últimos detalhes de um aporte série A

Simpress, agora, aposta na terceirização de computadores e smartphones

Companhia, que atua na terceirização de impressoras e multifuncionais, espera “alugar” 100 mil equipamentos em 2019 com nova área

Dotz cria empresa independente de incentivos

A Dotz Incentivos nasce com 30 clientes e mais de 150 mil participantes. Em três anos, a meta é faturar R$ 100 milhões

OLX testa meio de pagamento em seu marketplace

A ideia é criar uma plataforma que permita que seus usuários possam pagar pela compra dos produtos diretamente pelo portal, assim como [...]
Ver mais
X

Copyright © 2018 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.