Artigos

Momentos chave da Segunda Guerra Mundial

Desde a invasão da Polônia até a rendição do Japão, esses foram os principais momentos da Segunda Guerra Mundial, que deixou entre 40 e 60 milhões de mortos, a metade civis, segundo os historiadores.

– Ataque à Polônia –

Em 1º de setembro de 1939, a Wehrmacht ataca a Polônia.

Hitler já havia anexado a Áustria em março de 1938, depois reivindicado os sudetos tchecoslovacos, obtidos com o acordo entre França e Inglaterra na conferência de Munique. O exército alemão invadiu a Tchecoslováquia em março de 1939.

Em 3 de setembro, a França e a Grã-Bretanha declaram guerra à Alemanha.

Em sete dias o exército alemão chega à Varsóvia. Em 17 de setembro, a Polônia também é atacada pela União Soviética em virtude do pacto germano-soviético. A Varsóvia se rende dez dias depois.

Hitler e Stalin dividem a Polônia.

– A Batalha da França –

Depois de invadir Dinamarca e Noruega, Hitler lança em maio de 1940 sua grande ofensiva contra Bélgica, Holanda, Luxemburgo e França.

No dia 17, posterior à rendição de Paris, o Marechal Pétain pede o fim dos combates. No dia 18, o General De Gaulle chama Londres à resistir.

O armistício é assinado no dia 22. A metade norte da França é ocupada e o governo Pétain se instala em Vichy.

– A Batalha da Inglaterra –

Em 13 de agosto de 1940, a Alemanha inicia a Batalha da Inglaterra, marcada pelos bombardeios em Londres e Coventry até maio de 1941.

Diante da resistência inglesa, Hitler abandona seu projeto de invasão e coloca em marcha o bloqueio das ilhas britânicas.

– Operação Barbarossa –

Na transição entre 1940 e 1941, a guerra se volta para os Bálcãs e o Mediterrâneo, onde Hitler fornece um apoio essencial às ambições italianas.

Em 22 de junho de 1941, a Alemanha abre uma nova frente no leste e ataca a URSS, na chamada “Oparação Barbarossa”. A Wehrmacht é detida em dezembro às portas de Moscou pela contraofensiva soviética. O cerco de Stalingrado durará cerca de 900 dias.

– Pearl Harbor –

Na guerra com a China, após ter invadido o sul da Indonésia, o Japão ataca de surpresa a base militar americana de Pearl Harbor, no Havaí, em 7 de dezembro de 1941, destruindo a maior parte de sua frota no Pacífico.

Os Estados Unidos entram no conflito que toma uma dimensão mundial.

– Extermínio de judeus –

Em 20 de janeiro de 1942, a Conferência de Wannsee, próximo de Berlim, decide a “Solução final” e programa a eliminação sistemática dos judeus em campo de extermínio.

No total, cerca de seis milhões de judeus são assassinados. Homossexuais, ciganos e prisioneiros políticos também morrem nesses campos.

– Afrika Korps –

No outono de 1942, as tropas do Marechal Rommel recuam no El Alamein, no Egito, diante dos britânicos. A retirada da Afrika Korps -a força expedicionária da Alemanha durante a Campanha do Norte da África- para o oeste termina em maio de 1943 com a rendição na Tunísia.

Após o desembarque anglo-americano liderado pelo General Eisenhower na África do Norte em 8 de novembro de 1942, o exército alemão invade a zona livre da França.

– Batalha de Stalingrado –

Na Rússia, onde lutam a maior parte de suas tropas, Hitler sofre a derrota mais dolorosa. Em 2 de fevereiro de 1943, os alemães, cercados em Stalingrado pelo exército vermelho desde novembro, se rendem ao final de uma batalha que custou ao eixo meio milhão de vidas.

– Operação Overlord –

Em 6 de junho de 1944, mais de 156.000 soldados, em sua maioria americanos, britânicos e canadenses, desembarcam nas praias da Normandia.

Sem esperar a chegada dos Aliados, Paris se levanta e é libertada em 25 de agosto.

– A queda do III Reich –

O exército vermelho, que começa em julho de 1943 uma longa marcha para o oeste, chega a Berlim em abril de 1945.

A Alemanha nazista capitula em 8 de maio, dias depois do suicídio do Führer e da toma de Berlim.

– Rendição do Japão –

Em 2 de setembro de 1945, menos de um mês depois dos bombardeios atômicos de Hiroshima em 6 de agosto e de Nagasaki no dia 9, o Japão se rende, dando um fim à Segunda Guerra Mundial.