Finanças

Moedas Globais: dólar se fortalece ante rivais com euro fraco após BCE

O dólar se fortaleceu na comparação com rivais nesta quinta-feira, com a continuação do processo de aumento da demanda pela segurança da divisa norte-americana diante das incertezas causadas pelo avanço global do coronavírus. O movimento foi possibilitado também pela desvalorização do euro, após o Banco Central Europeu (BCE) sinalizar novos estímulos monetários.

No fim da tarde em Nova York, o dólar avançava a 104,65 ienes. O índice DXY, que mede a variação da moeda dos Estados Unidos ante uma cesta de seis rivais fortes, fechou em alta de 0,58%, a 93,955 pontos.

“O dólar preservou ganhos após notícias melhores que o esperado referentes à economia americana”, destacou o Western Union, em referência a informação de que o Produto Interno Bruto (PIB) do país se expandiu à taxa anualizada de 33,1% no terceiro trimestre.

No mesmo horário, o euro caía a US$ 1,1679, depois que o Banco Central Europeu (BCE) anunciou a manutenção das taxas de juros e dos programas de compras de ativos nos níveis atuais. No entanto, a autoridade monetária informou que pretende “recalibrar” os seus instrumentos na reunião de dezembro, o que abre caminho para maior afrouxamento das condições.

Segundo a presidente do BCE, Christine Lagarde, os riscos para a economia da zona do euro estão “claramente inclinados para o negativo”, em meio à segunda onda de casos de covid-19 na região.

Na quarta, Alemanha e França decretaram novas medidas de restrição à circulação de pessoas para conter a disseminação na doença, enquanto, no Reino Unido, o governo já cogita fazer o mesmo, conforme revelou uma fonte ao Broadcast.

Esse cenário pressionou a libra, que recuava a US$ 1,2935. Em relatório divulgado nesta quinta, o Fundo Monetário Internacional (FMI) projetou que a economia do Reino Unido terá contração de 10,4% este ano, com “parcial” recuperação em 2021, quando deverá crescer 5,7%. Nos dois casos, a entidade piorou as previsões.

Na comparação com emergentes, o dólar operou majoritariamente em baixa, recuando a 78,3388 pesos argentinos a 78,735 rublos russos.

Veja também

+ Sandero deixa VW Polo GTS para trás em comparativo
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

Tópicos

moedas