Edição nº 1142 14.10 Ver ediçõs anteriores

Moda startup

Os empresários Eduardo Glitz (à esq.), Pedro Englert (à dir.) e Marcelo Maisonnave se especializaram em investir em startups de tecnologia como fintechs e plataformas digitais de conteúdo. Mas, não contentes em estimular apenas o ecossistema das startups, eles resolveram dar uma força ao guarda-roupas dos chamados “startupeiros” e investiram na Yuool, marca de tênis feitos com lã de Merino, uma das mais nobres do mundo. “Acabou virando moda entre os donos de startups”, diz Eduardo Glitz. Os pares custam, em média, R$ 349 e são vendidos apenas pela internet. Por enquanto, estão sendo produzidos e vendidos 2,5 mil pares por mês. Mas o negócio vai ganhar tração. A Yuool acaba de montar uma filial na Itália para atender todo o mercado europeu. “E também estamos conversando com representantes nos Estados Unidos”, diz Glitz.

(Nota publicada na Edição 1094 da Revista Dinheiro, com colaboração de: Ralphe Manzoni Jr.)


Mais posts

A aposta segura de Neeleman

O empresário David Neeleman (foto à dir.), fundador da Azul Linhas Aéreas e sócio da portuguesa TAP, segue apostando parte de sua [...]

R$ 4 milhões em brownies

Em 2013, depois de testar 130 receitas de brownies e cookies, os sócios Francisco Veiga Salgado e Carolina Tellechea Cerqueira abriram em Florianópolis (SC) as portas da Browneria. Em cinco anos, o faturamento saltou de R$ 150 mil para R$ 2,5 milhões. E deve chegar a R$ 4 milhões em 2019, depois da abertura da […]

“O que destruiu a Venezuela não foi o socialismo, mas a mistura de nacionalismo com corrupção”

Maria Teresa Belandria, embaixadora da Venezuela no Brasil

A caminho dos R$ 10 bilhões

A Veedha, escritório destacado pela XP Investimentos em 2019, vai turbinar seu time de executivos e sócios para ampliar de R$ 3 bilhões [...]

A união do audiovisual

Um dos grandes desafios da indústria cinematográfica é equilibrar o tripé sobre o qual ela se apoia: produção, distribuição e exibição. [...]
Ver mais