Economia

Mnuchin acha que previsões de crescimento do FMI são ‘muito baixas’

Mnuchin acha que previsões de crescimento do FMI são ‘muito baixas’

O secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, em Davos - AFP

O secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, criticou as previsões de crescimento do FMI para seu país em 2020 na terça-feira (21), consideradas “muito baixas” por ele.

“Acreditamos que essas previsões são muito baixas”, disse Mnuchin, que destacou acordos comerciais recentes com a China, por um lado, e com o Canadá e México (T-MEC, na sigla em espanhol), por outro, como um mecanismo de crescimento.

“Quando analisamos as previsões para 2020, os negócios parecem muito bem e os dois acordos comerciais terão, sem dúvida, um impacto”, disse.

O FMI espera um crescimento de 2% nos Estados Unidos este ano e de 1,7% no próximo ano.

Por outro lado, Mnuchin reconheceu que os problemas do 737 MAX, o avião da companhia americana Boeing, estão afetando o crescimento.

Todas as aeronaves deste modelo foram proibidas de voar em todo o mundo desde 13 de março, após dois acidentes que deixaram 346 mortos, e há dúvidas sobre quando poderão voar novamente.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?