Economia

MME: privatização de distribuidoras da Eletrobras deve priorizar arrecadação

As distribuidoras da Eletrobras devem ser vendidas pelo modelo que trouxer a maior arrecadação para a empresa e o governo. De acordo com o secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Paulo Pedrosa, entre as possibilidades em análise, está a venda das empresas por blocos. “O processo pode prever uma vinculação entre as empresa para explorar sinergias”, explicou. “Um dos objetivos é capturar o máximo de valor com esse processo.”

A Eletrobras possui distribuidoras nos Estados do Amazonas, Acre, Rondônia, Roraima, Alagoas e Piauí. De acordo com Pedrosa, é possível aproveitar a proximidade de regiões fronteiriças para realizar investimentos com custo mais baixo.

“Pode ser mais barato atender uma região do Amazonas a partir do Acre do que a partir de Manaus”, afirmou Pedrosa. Nesse caso, vender as operações do Amazonas e do Acre juntas pode render mais dinheiro do que licitá-las separadamente.

Outro modelo que pode ser usado é o de venda das empresas por ordem de relevância e mediante condicionantes, a exemplo do que é feito nos leilões de transmissão. Exemplo: se a prioridade for a venda das operações em Roraima e não houver nenhuma proposta para a empresa, o governo não colocará em leilão a concessão de Rondônia.

Também está em estudo realizar duas revisões tarifárias, em vez de apenas uma, em um período de cinco anos. Nesse caso, os contratos de concessão dessas empresas seriam estabelecidos sob novas bases.

A vantagem desse processo, para as empresas, é que os investimentos realizados seriam repassados mais rapidamente para as tarifas. Para o consumidor, porém, isso significaria reajustes mais altos em um período mais curto.

Pedrosa explicou que ainda não há nenhuma decisão tomada a respeito da modelagem do leilão. O processo é conduzido pela Eletrobras e pelo BNDES, responsável por contratar uma empresa para avaliar as distribuidoras.

Veja também

+ Sandero deixa VW Polo GTS para trás em comparativo
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?