Economia

MME concede prazo para distribuidoras ajustarem necessidades para leilão A-1

O Ministério de Minas e Energia concedeu um prazo para as distribuidoras ratificarem ou retificarem as Declarações de Necessidades para o leilão de energia existente A-1, marcado para 4 de dezembro. Este certame prevê a contratação de energia elétrica proveniente de empreendimentos existentes, com início de suprimento em 1º de janeiro de 2021.

Conforme portaria publicada nesta quinta-feira no Diário Oficial da União (DOU), as concessionárias terão o período de 10 a 19 de novembro para registrarem as informações, confirmando ou alterando as declarações originalmente apresentadas entre 26 de agosto a 4 de setembro de 2020.

A possibilidade de ratificação ocorre após uma aceleração no consumo de energia em todo o País, observada a partir de agosto. Após registrar um piso de 55.272 MWmed de consumo médio mensal em maio, queda de 10,9% em relação a igual período do ano passado, a carga foi se recuperando mês a mês. Julho registrou leve alta frente igual etapa do ano passado (+0,7%). Agosto teve consumo 1% maior na comparação anual, enquanto setembro a alta foi de 4%.

Nos primeiros nove dias de outubro, o crescimento do consumo frente igual período de 2019 é de 7,5%, segundo dados da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel