Edição nº 1095 09.11 Ver ediçõs anteriores

Missão cumprida na Tesla

Demorou, mas a Tesla conseguiu atingir a sua meta de produção para o Model 3, o principal veículo elétrico da montadora de Elon Musk. O feito foi revelado em um e-mail enviado pelo executivo que comanda a companhia aos funcionários. Em trechos da mensagem, Musk destacou que “os últimos 12 meses foram os mais difíceis da história da Tesla” e que a empresa entra em uma nova fase ao conseguir produzir cinco mil veículos por semana durante o mês de junho. As comemorações, contudo, devem durar pouco tempo e dar lugar a novos planos. Até o fim de agosto, a Tesla pretende aumentar sua produção do Model 3 para 6 mil unidades por semana. Lançado em 2017, o automóvel é considerado o primeiro veículo popular da Tesla, já que custa US$ 35 mil. De lá para cá, 450 mil unidades foram comercializadas, mas apenas 28 mil carros foram entregues.

(Nota publicada na Edição 1077 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Competição americana

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que seu governo está avaliando tomar sanções mais rigorosas contra ações [...]

Correios com vírus

Se você receber algum e-mail dos Correios é melhor não abrir logo de cara. Isso porque um novo vírus que se utiliza do nome da estatal [...]

Montanha-russa do trilhão

(Nota publicada na Edição 1095 da Revista Dinheiro)

Profissão youtuber

Um Projeto de Lei do deputado federal Eduardo da Fonte (PP/PE) quer regulamentar a profissão de youtuber no Brasil. O texto trata de [...]

400%

É a porcentagem de quanto cresceu a demanda por engenheiros de blockchain nos EUA desde 2017. O salário médio anual está entre US$ 150 mil e US$ 175 mil Fonte: Hired (Nota publicada na Edição 1095 da Revista Dinheiro)

Ver mais
X

Copyright © 2018 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.