Política

Ministério da Justiça registra 153 crimes eleitorais até o momento

O Ministério da Justiça e Segurança Pública informou no início da tarde que o País registra até o momento 153 ocorrências de crimes eleitorais neste segundo turno das eleições municipais. A maior parte dos casos (93) está ligada à desobediência de ordens da Justiça Eleitoral.

As informações constam em boletim da Operação Eleições 2020, monitorada pelo Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN), em Brasília, vinculado ao ministério. Os dados correspondem ao acumulado registrado a partir de 00h de sábado, 28, até 13h de hoje. Uma nova atualização será divulgada a partir de 15h.

De acordo com ministério, além do descumprimento de ordens da Justiça Eleitoral, foram registrados ocorrências de boca de urna (27); desordem que prejudique os trabalho eleitorais (24); compra de voto (5); e concentração de eleitores (4). Até o momento, 37 eleitores foram presos ou conduzidos. A pasta não detalha os motivos. Também foram registrada 27 ocorrências envolvendo “indicações de desinformação sobre o Processo Eleitoral”.

Crimes comuns relacionados às eleições somam apenas três ocorrências. Foram registrados ainda nove casos de incidentes de segurança pública nas proximidades de locais de votação, entre manifestações, bloqueios de vias, falta de energia e atendimentos de emergência.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel