Giro

Ministério da Justiça gasta mais R$ 58 mil com dois PCs para jogos

Crédito: Pexels

São analisados temas como sexo, drogas e violência contidos nos jogos (Crédito: Pexels)

Em 2020, o Ministério da Justiça e Segurança Pública gastou mais de R$ 58 mil em apenas dois PCs para games. Trata-se de um órgão do governo federal responsável por fazer a classificação etária de jogos de videogame e computadores. São analisados temas como sexo, drogas e violência contidos nos jogos, para a classificação etária. As informações foram solicitadas pela agência Fiquem Sabendo, por meio de Lei de Acesso à Informação.

Os computadores foram comprados por meio do Edital PE 11/2020 (11807883) publicado no Diário Oficial da União em 01/06/2020. O valor total dos dois PCs foi de R$ 58.490,00.

+ PlayStation Store oferece descontos de até 50% em games; veja a lista
+ Sony retira videogame Cyberpunk 2077 da PlayStation Store por bugs

Lista de consoles 

Além disso, a Coordenação de Política de Classificação Indicativa possui 12 videogames específicos para testes em jogos, sendo um Xbox One, dois Playstation 4, um Playstation 3, um Playstation 2, um Nintendo Wii U, um Nintendo 3DS, um Nintendo DS, dois Nintendo Switch, um Atari e um Master System.

De acordo com o documento, somente um Playstation 4 foi adquirido por compra pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, os outros equipamentos foram doados pelas empresas responsáveis. A aquisição do Playstation 4 ocorreu por meio do Edital PE 23/2019 (13260573) no dia 21/10/2019. O valor total do equipamento foi de R$ 2.111,03.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel