Economia

Mina Alegria, da Vale, é autorizada a retomar operação na região de Mariana

A Vale informou nesta sexta-feira, 1º de novembro, que a Agência Nacional de Mineração (ANM) desinterditou as operações da mina de Alegria, no complexo de Mariana, que estavam paralisadas desde março para análise de estabilidade das estruturas.

De acordo com a empresa, a decisão irá liberar capacidade de cerca 8 milhões de toneladas por ano (Mtpa) das aproximadamente 50 Mtpa que se encontravam paradas e possibilitará o retorno parcial das operações a seco na mina de Alegria.

Ainda estão paralisadas em torno de 42 Mtpa de capacidade de produção de minério de ferro.

O aumento esperado no volume de produção deve ser de 1 Mt em 2019, o que não gerará impacto no total de vendas deste ano. “Para os anos seguintes, a produção retornará gradualmente observando-se adicionalmente a estratégia de margem sobre volume”, diz o comunicado da empresa.



A Vale reafirmou seu guidance de vendas de minério de ferro e pelotas de 307-332 milhões de toneladas para 2019 e espera que fiquem entre o limite inferior e o centro da faixa.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago