Política

Militares pegam euros e dólares com Pezão preso

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (MDB), preso no Complexo Prisional da Polícia Militar, em Niterói, no Grande Rio, foi flagrado com moedas estrangeiras por uma inspeção das Forças Armadas e da Polícia Militar nesta sexta-feira, 21. Agentes pegaram euros, dólares, pesos colombianos e ienes com o emedebista.

Os valores apreendidos com Pezão, convertidos para o Real, ultrapassam os R$ 100 que o governador, como qualquer outro preso, pode ter na cela. Participam da inspeção 100 policiais militares e 160 agentes das Forças Armadas.

Pezão foi preso na Operação Boca de Lobo, desdobramento da Lava Jato, em 29 de novembro, sob suspeita de propina de R$ 39,9 milhões.

Na quarta-feira, 19, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, denunciou o governador do Rio por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Outros 14 pessoas investigados foram acusados pelos mesmos crimes. O grupo é investigado no Superior Tribunal de Justiça (STJ), sob relatoria do ministro Felix Fischer.

O governador do Rio é apontado como líder de organização criminosa e responsável por manter o esquema de recebimento de propina que vigorou no governo de seu antecessor, Sérgio Cabral, preso há dois anos. As investigações em torno de Pezão foram iniciadas com a delação premiada do operador financeiro Carlos Miranda.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel