Giro

Militares do Comando do Leste participarão da Operação Acolhida

O Comando Militar do Leste informou hoje (18) que cerca de 70 militares do Exército vão embarcar na quarta-feira (20) para Roraima, onde farão parte da força-tarefa Operação Acolhida, prestando ajuda humanitária aos venezuelanos que deixam seu país. Os integrantes do Exército passaram por duas semanas de treinamento e serão transportados em aviões da Força-Aérea Brasileira (FAB).

O Operação Acolhida atua nas cidades de Boa Vista e Pacaraima, na fronteira com a Venezuela, desde março do ano passado. Também fazem parte da força-tarefa militares da Marinha e Aeronáutica, órgãos federais, coordenados pelo Ministério da Defesa, e integrantes do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR).

A crise política e humanitária que se instaurou na Venezuela nos últimos anos motivou milhões de venezuelanos a deixarem o país fugindo da situação de falta de segurança, de alimentos e de remédios e dos problemas na prestação de serviços públicos. A maioria destes imigrantes buscou refúgio no Brasil e na Colômbia, país que, segundo algumas estimativas, já recebeu mais de 1,2 milhão de venezuelanos.