Tecnologia

Microsoft trabalha em projeto que garante ao usuário controle total de seus dados na rede

O site do projeto da Microsoft se define como um novo banco pessoal de dados que coloca o usuário em controle daquilo que é coletado dele

Microsoft trabalha em projeto que garante ao usuário controle total de seus dados na rede

CEO da Microsoft, Satya Nadella - GETTY/AFP/Arquivos

Após um ano em que a questão da privacidade na rede se tornou tema principal de discussão e chegou aos congressos de Estados Unidos e União Europeia, a Microsoft parece estar se movimentando para dar ao usuário um controle maior de seus dados na internet.

Em um projeto secreto, a empresa fundada por Bill Gates pretende criar um site que compila todas as informações online do usuário, e lá ele poderá ter controle delas, podendo compartilha-las ou apagá-las de acordo com sua vontade. Nomeado de Microsoft Bali, o projeto veio a tona através de um tweet do usuário “Longhorn”, que definiu o como “um projeto que pode deletar todas suas conexões e informações de conta”. Disse ainda que o Bali está em fase beta, com restrição de usuários.

Página inicial do Microsoft Bali

Depois do tweet, a jornalista da ZDNet, Mary Jo Foley descobriu o site do projeto, que poderia ser acessado através de um código que poderia ser solicitado. Segundo a repórter, o projeto usa do conceito de privacidade reversa criado em artigo científico de 2014, escrito por Yuri Gurevich, Efim Hudis and Jeannette Wing, que na época trabalhavam na Microsoft. O termo diz respeito a informações sobre pessoais que você não tem acesso, mas outros tem.

O site do Bali define a iniciativa como “um novo banco pessoal de dados que coloca o usuário em controle daquilo que é coletado dele. O banco de dados irá permitir que usuários armazenem informações cruas ou tratadas sobre eles. Permitirá também visualizar, administrar, controlar, compartilhar e monetizar os dados”. O site diz também que o projeto está em seus estágios iniciais.