Negócios

Microsoft quebra a marca de US$ 1 trilhão pela primeira vez na história

Criadora do Windows alcançou meta inédita com valorização de 4,5% das ações após divulgação de lucros no primeiro trimestre

Microsoft quebra a marca de US$ 1 trilhão pela primeira vez na história

A Microsoft se tornou a terceira empresa no mundo a valer US$ 1 trilhão com a valorização das ações após a divulgação do lucro de US$ 8,8 bilhões no primeiro trimestre deste ano, alta de 18,6% ao registrado no mesmo período do ano passado. As ações da empresa subiram 4,5% nesta quarta-feira (24), permitindo a quebra da barreira histórica pela primeira vez. Até as 12h desta quinta-feira (25) os papéis acumularam alta de 3,80% e a empresa era avaliada em mais de US$ 994 bilhões, com ações a US$ 129,80.

A Apple foi a primeira companhia no mundo a alcançar a marca de US$ 1 trilhão, em agosto do ano passado. Em setembro, a rede de varejo online Amazon também chegou a marca histórica.  Na manhã desta quinta, a fabricante do iPhone estava avaliada em US$ 971 bilhões, com papéis a US$ 206,08, enquanto a companhia de Jeff Bezos valia US$ 940 bilhões e ações a US$ 1,913.