Dinheiro e Tecnologia

Microsoft faz propaganda com homem chamado Mac Book para provocar Apple

A propaganda continua uma longa tratória de provocações entre Microsoft e Apple, que começou no começo dos anos 2000 com a campanha chamada de "Get a Mac"

Microsoft faz propaganda com homem chamado Mac Book para provocar Apple

A Microsoft quer voltar a ser relevante no mundo dos hardwares, e vem lançando diversos novos produtos nos últimos anos como a linha Surface, com linhas de tablets e laptops, sempre apostando na multifuncionalidades dos aparelhos. Para além da qualidade dos produtos, a empresa de Satya Nadella usou da provocação em recente propaganda para chamar a atenção dos consumidores.

A nova linha de laptops Surface chegarou para rivalizar com os clássicos MacBooks, linha de computadores portáteis da Apple. Para provocar a rival, a Microsoft trouxe como protagonista de seu novo comercial o Mac Book, apelido de Mackenzie Book, um americano que tem apelido igual ao laptop da Apple. O homônimo então começa a ser questionado sobre qual laptop tem a melhor bateria, melhor desempenho e qual tem a melhor tela de toque, com a resposta sendo sempre o Surface. No final do anúncio, Mac termina dizendo: “acredite em mim, eu sou Mac Book”.

A propaganda continua uma longa tratória de provocações entre Microsoft e Apple, que começou no começo dos anos 2000 com a campanha da maçã chamada de “Get a Mac”, onde um PC e um Mac eram personificados em dois atores, com o produto de Steve Jobs sendo apresentado como moderno e descolado. A Microsoft respondeu em 2008 com a campanha “I’m a PC”, em que exaltava a diversidade de pessoas que usavam seu sistema operacional.