Mundo

Microsoft detecta ciberataques de Rússia e China vinculados às eleições nos EUA

Microsoft detecta ciberataques de Rússia e China vinculados às eleições nos EUA

Microsoft revelou que hackers russos e chineses tentaram atacar as campanhas de Trump e Biden - AFP/Arquivos

A gigante de tecnologia Microsoft revelou nesta quinta-feira (10) ter detectado e frustrado nas últimas semanas ciberataques provenientes da Rússia e da China contra pessoas e organizações vinculadas às eleições presidenciais de 3 de novembro nos Estados Unidos.

Os hackers tinham como alvo integrantes das campanhas do presidente republicano Donald Trump e do candidato democrata Joe Biden, informou Tom Burt, vice-presidente da Microsoft encarregado de segurança.

+ Microsoft apresenta detector de ‘deepfakes’ antes das eleições americanas
+ Pentágono confirma escolha pela Microsoft para armazenamento em ‘nuvem’ 

A Microsoft revelou ter detectado 200 ataques vinculados a grupos de hackers russos contra funcionários de campanha e consultores políticos. As tentativas fracassadas de pirataria informática da China foram diretamente contra figuras políticas, como Biden, e uma pessoa “anteriormente associada” à administração Trump.

Os ataques tinham como alvo assessores, tanto de políticos republicanos como democratas, mas também organizações nacionais de ambos os partidos, assim como alguns partidos do Reino Unido.

“O que detectamos lembra tipos de ataques precedentes que não só têm como alvo os candidatos e funcionários das campanhas, mas também pessoas que são consultadas pelos partidos para problemas importantes”, explicou Burt.

À medida que se aproxima a eleição, Facebook e Twitter multiplicam os esforços para preservar suas plataformas das campanhas de manipulação e de desinformação, principalmente oriundas do estrangeiros.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel