Geral

MG dá três anos para fechamento de todas as barragens a montante

A secretaria de Meio Ambiente de Minas Gerais estabeleceu o prazo máximo de três anos para o fechamento de todas as barragens de mineração a montante, semelhantes a que se rompeu na mina do Córrego do Feijão, operada pela Vale. Em resolução publicada ontem, o órgão dá um ano para que as mineradoras apresentem um plano de descomissionamento que deverá ser executado em até dois anos após sua aprovação.

A medida vale tanto para as barragens construídas a montante ativas quanto para as inativas. O plano apresentado pelas empresas terá que ser aprovado pela secretaria estadual e também pelos órgãos de fiscalização federais, como a Agência Nacional de Mineração (ANM) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama). Um comitê de descaracterização, composto por especialistas do setor, será criado nos próximos dez dias para acompanhar todo o processo.

No chamado método a montante, os diques são apoiados nos rejeitos previamente depositados nos reservatórios.

Veja também

+ Sandero deixa VW Polo GTS para trás em comparativo
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?