Giro

Metabase Brumadinho entra com ação de R$ 470 milhões contra Vale

Crédito: Divulgação - Vale

A ação pleiteia indenização de R$ 3 milhões para cada um dos 130 empregados diretos da companhia mortos na tragédia e mais honorários de 20% (Crédito: Divulgação - Vale)

A juíza titular da 5ª Vara do Tribunal Regional do Trabalho de Betim (MG), Vivianne Célia Ferreira Ramos Correa, marcou para o próximo dia 23 audiência inicial virtual de uma ação contra a Vale impetrada pelo sindicato Metabase Brumadinho. A ação pleiteia indenização de R$ 3 milhões para cada um dos 130 empregados diretos da companhia mortos na tragédia.

Somado aos honorários de 20%, o valor total pedido à Vale atinge R$ 470 milhões. Ontem, a mineradora fechou acordo bilionário com o governo de Minas Gerais para compensar os danos causados pelo rompimento de uma barragem que matou 270 pessoas na cidade. Pelo Acordo, a mineradora vai pagar R$ 37,68 bilhões ao governo mineiro.

+ Acordo por Brumadinho reduz incertezas no balanço patrimonial da Vale, diz S&P

Segundo Maximiliano Garcez, que representa o Sindicato Metabase Brumadinho na ação coletiva e também na atuação internacional contra a Vale, “a ação coletiva visa obrigar a empresa a sanar triste injustiça: o fato de que o sofrimento dos trabalhadores mortos brutalmente até o momento não foi de modo algum indenizado”, afirmou.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel