Economia

Mercosul reconhece que tem que ser mais integrado, diz ministro argentino

O ministro de Relações Exteriores da Argentina, Jorge Faurie, considera que a conclusão do acordo entre Mercosul e União Europeia mostra que o bloco formado por Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai está pronto para assinar diferentes tratados com outros países. Ele afirmou que novas negociações deverão concluídas “muito em breve”, citando Canadá, Cingapura e Coreia do Sul como exemplo.

“O Mercosul reconhece que tem que ser mais conectado com o resto do mundo em termos de produtividade e que isso é uma necessidade que estamos trabalhando internamente no bloco”, disse Faurie, durante coletiva de imprensa em Bruxelas.

Ele falou em nome dos países que compõem o Mercosul, já que a Argentina assumiu a presidência rotativa do bloco.

Em sua fala, Faurie destacou que as negociações de processos de integração e acordos tarifários com diferentes países “são muito importantes para o Mercosul, do ponto de vista que o Mercosul reconhece que tem que ser mais conectado com o resto do mundo”.

Ele citou ainda as negociações com a Associação Europeia de Livre Comércio (EFTA). “Tudo isso vai contribuir para melhorar a interconexão em termos de acordos do Mercosul”, disse.

O ministro também afirmou que os representantes do Mercosul ficaram felizes com o resultado do acordo, finalizado após 20 anos de negociações.

Em mais de uma ocasião, ressaltou que os avanços para a efetiva conclusão se iniciaram há cerca de três anos. Segundo ele, o acordo Mercosul-UE era desacreditado e sua conclusão deve acelerar outras negociações. “Estamos felizes com o resultado (do acordo Mercosul-UE) porque às vezes alguns que viam do lado de fora diziam ‘vocês nunca vão fazer o acordo Mercosul-UE, então por que estão negociando conosco?””, disse. “Estamos fazendo isso porque é um passo importante e esse resultado diz que estamos prontos para terminar os outros três ou quatro acordos. Alguns deles virão muito em breve”, garantiu.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel