Economia

Mercedes-Benz já concluiu contratações de vagas abertas neste ano

A Mercedes-Benz esclareceu nesta quinta-feira, 25, que preencheu todas as mais de mil vagas de trabalho abertas na montadora no início deste ano. Feito na quarta-feira, 24, o anúncio da criação de empregos na montadora de veículos comerciais deixou dúvidas se o processo de contratações seguia em curso, mas nesta quinta veio a confirmação de que não há mais vagas em aberto. Não há, portanto, processo seletivo em andamento.

As vagas preenchidas incluem contratações temporárias e de aprendizes do Senai, além de recontratações.

A Mercedes-Benz, ao apresentar na quarta-feira os resultados finais de 2020, também reafirmou a continuidade dos investimentos no Brasil. Até o ano que vem, serão investidos mais R$ 800 milhões para concluir o programa, iniciado em 2018, que prevê R$ 2,4 bilhões no País.

Para este ano, a expectativa da empresa é de alta de 15% do mercado de caminhões, para um total de 101 mil unidades, e de 13% dos volumes de ônibus, chegando a 16 mil unidades na soma de todas as marcas.

A aposta é de que o transporte de commodities em geral e da safra agrícola puxe, junto com a expansão das entregas do comércio eletrônico, a recuperação dos veículos de carga em meio a um aguardado crescimento de 3,4% da economia neste ano.

Com as quase 27 mil unidades vendidas no País no ano passado, o Brasil voltou a ser o maior mercado de caminhões da marca alemã no mundo. O volume supera os 24,5 mil caminhões vendidos na Alemanha, que caiu para a segunda posição no ranking de mercados globais da montadora.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel