Economia

Mercedes-Benz contrata mais 150 para MG, mas eleição impede novo reforço

A fábrica da Mercedes-Benz em Juiz de Fora, Minas Gerais, está em processo de contratação de mais 150 funcionários, anunciou nesta terça-feira, 18, o presidente da montadora no Brasil, Philipp Schiemer, em conversa com jornalistas durante o Salão de Hannover, a maior feira de veículos comerciais do mundo. Com as vagas criadas, o número de trabalhadores na fábrica vai passar de 878 para 1.028.

Segundo Schiemer, as contratações se justificam pelo aumento da produção, de 22 caminhões para 28 caminhões por dia, impulsionado pela maior demanda do mercado. Com esse ritmo, a unidade opera em apenas um turno.

Para chegar ao segundo turno, teria de subir para pelo menos 30 ou 32 caminhões por dia. No entanto, a incerteza em torno do próximo governo impede, por enquanto, esse avanço. “Estamos cautelosos por causa da eleição”, disse o executivo.

No mercado externo, a Mercedes-Benz tem sido afetada pela crise na Argentina, principal destino das exportações da montadora. Lá, o mercado começou a piorar em maio. As vendas, agora, têm caído de 30% a 40%. Com isso, a participação das exportações na produção, que caminhava para algo em torno de 40%, voltou ao nível 25%, disse o executivo.

*O repórter viajou a convite da Anfavea, associação das montadoras instaladas no Brasil

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?