Semana

Mercado reage a apelo de Bolsonaro sobre juros

Mercado reage a apelo de Bolsonaro sobre juros

Banco do Brasil

Um discurso improvisado de Jair Bolsonaro na Agrishow (Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação), em Ribeirão Preto (SP), levou a uma queda nas ações do Banco do Brasil na segunda-feira 29. Ele interpelou o presidente do BB, Rubem Novaes, e disse: “Eu apelo para o seu coração, para o seu patriotismo, para que esses juros caiam um pouquinho, tendo em vista que você parece um cristão de verdade”. Os ruralistas aplaudiram, o mercado não. Na semana anterior, o voluntarioso presidente havia proibido um comercial do BB e a frase foi interpretada como evidência de intervencionismo na economia. As ações do banco caíram 1% e o movimento puxou a queda do Itaú (-0,8%) e Bradesco (-1,31%). As ações do BB só se recuperaram parcialmente ao final do dia (+0,04%).

 

Justiça

Moro quer o Coaf, mas Centrão não quer entregar

A disputa pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) continua. O órgão, que sempre esteve ligado ao antigo Ministério da Fazenda, fiscaliza movimentações atípicas de grandes somas e é o principal instrumento para identificar lavagem de dinheiro. Em janeiro, uma Medida Provisória (MP) transferiu o Coaf para o Ministério da Justiça, mas a mudança ainda precisa ser validada pelo Congresso. É onde mora o perigo.Temendo manter a autarquia nas mãos do ex-juiz da Lava-Jato, o Centrão se uniu aos partidos de esquerda para devolver o Coaf ao Ministério da Economia de Paulo Guedes. Jair Bolsonaro já disse que preferia o Coaf na Justiça, depois mudou de opinião e falou que era melhor na Economia e agora declara de novo que quer deixá-lo com Moro. Pelo andar da carruagem, o Coaf vai ficar com Guedes.

 

Curtas

1 – Em 2069, o número de usuários mortos ultrapassará o de vivos no Facebook. A rede tem dois bilhões de afiliados e uma taxa de oito mil portos por dia. Há quem veja isso com otimismo, no entanto, já que o Facebook preserva os pensamentos e do usuário mesmo depois da morte.

2 – A Amazon teve o lucro recorde de US$ 3,6 bilhões no primeiro trimestre de 2019, praticamente dobrando o valor do ano anterior (US$ 1,6 bilhão) em período igual. As vendas digitais ainda sustentam o negócio, mas a varejista registrou aumento de faturamento nos serviços de cloud computer, anúncios on-line e streaming.

3 – Pesquisa da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES) mostra que o governo precisa investir R$ 64 bilhões para que o País alcance as metas do Plano Nacional de Educação. Expandir matrículas e a escolaridade média também estão entre as diretrizes.

 

Expansão

Economia americana cresce 3,2% no primeiro trimestre

Apesar das apostas em contrário, a economia americana cresceu 3,2% no primeiro trimestre de 2019. O impulso veio do comércio de bens e produtos no mercado interno, mas a redução das hostilidades econômica com os chineses também ajudaram. Os economistas advertem, contudo, que o número talvez esteja inchado por fatores sazonais e pode ser revisado para baixo no futuro. De qualquer forma, é uma ótima notícia para Donald Trump, que conta com a economia para conseguir um segundo mandato em 2020.

 

O índice BigMac

O Índice Big Mac foi criado pela revista The Economist em 1986 e baseia-se na Paridade do Poder de Compra (PPC). A ideia é que o valor do McDonald’s consiga demonstrar a variação da taxa de câmbio nos vários países onde o sanduíche é comercializado.

 

Letras mortas

Venda de livros desaba no País

Levantamento feito pela a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), a pedido da Câmara Brasileira do Livro (CBL), revela que 2018 foi um ano desastroso para o mercado livreiro no Brasil, com queda nominal de 0,9% e um decréscimo real (descontando inflação) de 4,5%. O número de exemplares produzidos caiu 11% (o que corresponde a 43,3 milhões de livros). A falência das livrarias Cultura e Saraiva colaborou. Além do fechamento de várias lojas, as redes não repassaram R$ 360 milhões aos editores, valor relativo aos exemplares vendidos. Embora a venda em outros canais (on-line, principalmente) tenha subido, ela não foi suficiente para compensar a queda nas lojas físicas. É o quarto ano consecutivo de baixa no setor, excluindo 2014 que teve resultado igual ao de 2013.

 

Pérolas presidenciais

O que o mandatário da Nação falou nos últimos dias

“Quem quiser vir aqui fazer sexo com uma mulher, fique à vontade. Agora, o Brasil não pode ser mais o paraíso do turismo gay…” Quinta-feira 25, em café com jornalistas

“Desde que a casa não seja a dele, pode invadir e fazer a festa com sua família” Terça-feira 30, no Twitter, comentando opinião de especialistas sobre a proposta de não punir fazendeiros que atirarem em invasores

“Tem mil amputações de pênis por ano no Brasil por falta de água e sabão. Nós temos que ajudar essas pessoas para evitar que se chegue a esse ponto ridículo” Quinta-feira 25, em visita ao Ministério da Educação

“Quem sabe nós temos uma patrona da educação e não mais um patrono muito chato. Não precisa falar quem é.” Quarta-feira 24, em referência ao educador Paulo Freire

 

Números

R$ 229 bilhões – Pode ser o valor de um novo rombo no caixa do governo até 2020. Em 2017, o STF decidiu que o ICMS pago pelas empresas deveria ser debitado do PIS/Cofins. Os juízes, no entanto, não definiram se a decisão era retroativa. Resultado: são mais de 25 mil ações contra o governo federal.

R$ 80 bilhões – É o que as empresas brasileiras devem levantar na Bolsa este ano. Nessa conta entram aberturas de capital (IPO) e emissões de novas ações.

US$ 1, 2 bilhão – Foi o que faturou mundialmente “Vingadores: Ultimato” no final de semana da estreia. É praticamente o dobro da abertura de “Vingadores: Guerra Infinita” (U$ 640 milhões, em 2018), até então a maior da história.

13,4 milhões – É o número de pessoas desempregadas no Brasil no primeiro trimestre, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa de desocupação nos primeiros três meses de 2019 ficou em 12,7%, queda de 0,4 em relação ao mesmo período do ano passado.

37,1% – Foi a valorização das açõe da BRF no Ibovespa. A alta expressiva aconteceu por conta da epidemia de gripe suína na China, que derrubou a produção de proteína animal naquele país. A JBS também foi beneficiada com aumento de 21,8%, mas a BRF teve a maior alta no período.