Ciência

Mercado dinamarquês encontra solução para frear estocamento de álcool em gel

Crédito: Divulgação/Rotunden

Frente externa do Rotunden, em Copenhagen (Crédito: Divulgação/Rotunden)


Um mercado na Dinamarca adotou uma tática fora do padrão para conter o estocamento de álcool em gel pelos consumidores. Passou a vender um frasco do higienizador pelo preço normal, mas aumentou em quase 25 vezes o valor de dois frascos combinados.

Segundo o Bored Panda, o mercado Rotunden se considera como o supermercado mais bonito da Dinamarca e é descrito como um ambiente exclusivo de compras, respeitando a vida cotidiana das pessoas.

+ Isoladas pelo coronavírus, famílias tentam se reinventar
+ China testa vacina contra o novo coronavírus com 108 voluntários

Pensando nesse respeito, a marca passou a vender um frasco de álcool em gel por pouco mais do que 40 coroas dinamarquesas (R$ 29,52, no câmbio de hoje) e dois frascos por 1.000 coroas (R$ 738).

“Queridos clientes, temos uma grande responsabilidade em manter os negócios funcionando e só podemos fazer isso com a ajudar e o entendimento de todos. Você pode ajudar da seguinte maneira: pedimos a todos os clientes que respeitem a distância entre eles e nossos colegas de trabalho; higienize as mãos na entrada e use luvas; se você faz parte de uma família, permita que apenas uma pessoa faça as compras; pode ser que em alguns momentos vamos limitar quantos clientes aceitaremos na loja ao mesmo tempo. Manteremos você informado sobre quaisquer alterações operacionais no Facebook. Tome cuidado e obrigado pela sua compreensão”, diz um anúncio do Rotunden no Facebook.