Economia

Mercado de trabalho está favorável para 25% dos brasileiros, diz pesquisa

Apesar de apresentar uma melhora em relação ao mesmo período de 2017, o trabalhador brasileiro é o mais pessimista entre os profissionais dos 37 países consultados

Mercado de trabalho está favorável para 25% dos brasileiros, diz pesquisa

Um em cada quatro profissionais brasileiros acredita que o mercado de trabalho está favorável, apontou o Índice de Confiança Profissional divulgado pela empresa especialista em recrutamento Michael Page. O dado corresponde ao levantamento realizado no segundo trimestre deste ano em 37 países onde a companhia atua. Apesar de apresentar uma melhora em relação ao mesmo período de 2017, quando o índice era de 15%, o trabalhador brasileiro é o mais pessimista entre todos os profissionais consultados.

A média mundial é de 60% de profissionais confiantes no mercado profissional. Entre os primeiros aparecem os EUA (87%), Canadá (84%) e Alemanha (84%). O índice de otimismo na Espanha (34%), Itália (33%) e Turquia (32%) figuram nas últimas colocações, junto aos trabalhadores brasileiros.

A pesquisa também mostrou um incremento na expectativa de o trabalhador receber um aumento salarial nos próximos 12 meses, passando de 54% entre abril e junho de 2017 para 56% no mesmo período deste ano. No entanto, o índice é pior do que o aferido na mesma pesquisa realizada nos três primeiros meses deste ano, quando a expectativa atingia 63% dos entrevistados. O número deixa o País na posição intermediária em relação ao índice global, onde a confiança de um aumento de salário alcança 60%.

A pesquisa contou com as respostas de 19.145 profissionais que se candidataram a uma vaga de emprego por meio do website da companhia. A enquete abordou cinco temas: mercado de trabalho, aumento salarial, conquista de novo emprego, promoção na carreira e desenvolvimento de competências profissionais.

“Houve uma sensível melhora no nível do emprego, e isso agora começa a refletir diretamente na confiança do profissional brasileiro. As empresas começam a tirar alguns projetos da gaveta de olho num cenário mais positivo, independente do resultado das próximas eleições”, afirma Leandro Pedrosa, gerente executivo da Michael Page.

A promoção na carreira foi outro assunto abordado pelo Índice de Confiança Profissional. A expectativa foi apresentada por 68% dos entrevistados, igual ao mesmo período em 2017, e acima da média mundial, de 61%.

Encontrar uma oportunidade de emprego em menos de três meses é uma expectativa para 54% dos respondentes, mesmo percentual verificado no segundo trimestre do ano passado. O índice acabou deixando o Brasil abaixo da média global, de 64%.