Giro

Mercado de peixe e vídeo de encontros, o início das gigantes tecnológicas

Crédito: Reprodução/Pexels

Criar um negócio que dê frutos em todo o mundo é um desafio complicado. A Samsung chegou a vender peixe desidratado e o Youtube era um site de encontros. (Crédito: Reprodução/Pexels)

Criar um negócio que dê frutos em todo o mundo é um desafio complicado. A história de gigantes tecnológicas como a Apple, a Samsung e o Facebook provam isso mesmo. Já imaginou comprar um peixe da Samsung?

+ Facebook e Google, “áreas sem direitos humanos” no Vietnã, diz Anisita
+ Google lança serviço de gerenciamento móvel para pequenas empresas

Confira pelo o que já passou as mais renomadas empresas de tecnologia da atualidade:

Samsung: do peixe desidratado aos smartphones

Fundada em 1938, a empresa tentou de tudo, desde seguros a têxteis. A aposta mais “fora da caixa” foi mesmo a comercialização de peixe desidratado. Só em 1970 é que a Samsung lançou o seu primeiro equipamento eletrônico: uma televisão.

A marca ganhou destaque internacional ao longo da década de 1990, quando o foco passou a ser os equipamentos eletrônicos e a área da engenharia e química. Hoje em dia, é conhecida em praticamente qualquer canto do mundo pelos seus equipamentos de consumo.

A visão estratégica da Apple, com “atropelos” pelo meio

A Apple foi resultado de uma visão estratégica dos seus fundadores desde o início. A empresa prova que mesmo com uma estratégia sólida e produtos de qualidade, a máquina corporativa pode sair fora do controle, com Steve Jobs sendo forçado a deixar a empresa em 1985. Depois de voltar, em 1997, e com o lançamento do iMac e do iPod, a Apple deu a volta por cima e conseguiu se tornar uma das empresas de tecnologia mais lucrativas do mundo.

Facebook: Tudo começou no mundo universitário

Mark Zuckerberg criou o “Facemash” no seu dormitório enquanto estudava em Harvard. A ideia era uma plataforma que comparasse e classificasse fotografias de alunos de ambos os sexos. Em 2012, o Facebook se tornou a primeira empresa a alcançar um mil milhão de utilizadores e agora conta com mais de 2,7 milhões em todo o mundo.

YouTube: Quando o dating falha e resulta num sucesso mundial

Quando o YouTube foi fundado em 2005 era um pouco parecido com o Tinder, a rede social de encontros. A empresa investia no “vídeo dating”. A ideia não deu certo e os co-fundadores decidiram permitir o upload de qualquer tipo de vídeo. Em 2006, o Google adquiriu o YouTube.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel