Tecnologia

Mentira fora da rede

Crédito: Divulgação

Depois de o Facebook bloquear a conta do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, agora foi a vez do líder venezuelano Nicolás Maduro ter sua página congelada temporariamente. O motivo foi a divulgação de uma falsa cura da Covid-19.

Em janeiro, Maduro defendeu publicamente que o Carvativir – remédio tradicional derivado do tomilho – era um tratamento “milagroso” contra o coronavírus. A alegação nunca teve base científica comprovada.

Os posts do comandante venezuelano se repetiram algumas vezes. A partir desse argumento, o Facebook poderia estender sua posição e suas medidas a páginas de outros presidentes, inclusive o do Brasil. Alô, Zuckerberg!

(Nota publicada na edição 1216 da Revista Dinheiro)