Edição nº 1134 19.08 Ver ediçõs anteriores

Menos papo, menos fake

Menos papo, menos fake

Qual o lado bom do Whats App? Ser criptografado ponta a ponta, o que significa uma segurança e tanto para manter em modo privado suas conversas privadas – só vaza se um dos lados compartilhar, seja de forma indevida ou maliciosa. O preço disso? A enxurrada de fake news compartilhadas em grupos de amigos, da família, da firma, do pessoal da escola… Na segunda-feira (21) a empresa tomou uma decisão para minimizar esse tipo de estrago. “Estamos impondo um limite de cinco mensagens”, disse a vice-presidente de Comunicações do Whats App, Victoria Grand. Até aqui uma pessoa poderia reenviar uma mensagem para 20 outros usuários ou grupos, independentemente do número de integrantes – o limite é de 256 pessoas. Com a nova medida, ainda é possível mandar uma mensagem para cinco grupos, por exemplo. O novo padrão foi introduzido de forma experimental na Ìndia, onde rumores disseminados pela rede social levaram a assassinatos. Atualmente, há 1,5 bilhão de usuários do aplicativo.

(Nota publicada na Edição 1105 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Nike lança assinaturas

Plataformas tecnológicas foram as que mais se aproveitaram para a reinvenção de segmentos a partir de assinaturas – Netflix é um [...]

Tá buscando o quê?

Mais das metades das buscas no Google geram zero clique. No restante, 9 em cada 10 clicam em links orgânicos e 1 nos links [...]

Tecnologia tá dizendo: seu comportamento é genético

Pesquisadores da Universidade Utah Health, liderados por Christopher Gregg, tentam entender a relação entre comportamento e genética. E [...]

DiDi cria empresa para carro autônomo

Líder global em transporte por aplicativo, a DiDi – dona da 99 no Brasil – anunciou que sua unidade de veículos autônomos, criada em 2016, será transformada em uma empresa independente. A decisão foi tomada para concentrar, e acelerar, produtos e soluções de P&D. O atual head de tecnologia da DiDi, Bo Zhang, será CEO […]

A onda Podcast

(Nota publicada na Edição 1134 da Revista Dinheiro)
Ver mais