Meninas entram no mundo da robótica

Meninas entram no mundo da robótica

O projeto As Donas da Robótica, do Instituto Francisca de Souza Peixoto, foi aprovado para receber aporte do Fundo da Infância e Adolescência pelo edital do Instituto Lojas Renner. O projeto em questão incentiva o acesso à cultura digital por meninas de 6 a 17 anos, que aprendem sobre dispositivos eletrônicos tendo como matéria-prima sucatas e reciclados tecnológicos. Mantido pela Cataguases, fabricante de tecidos de algodão, o Instituto Francisca de Souza oferece suporte ao empreendedorismo feminino e na formação tecnológica do público infanto-juvenil no município de Cataguases, na Zona da Mata de Minas Gerais. O Instituto Lojas Renner, por sua vez, investiu R$ 66 milhões, desde 2008, em projetos dessa natureza beneficiando 205 mil pessoas.

(Nota publicada na edição 1159 da Revista Dinheiro)

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Veja quanto custa comer nos restaurantes dos jurados do MasterChef
+ Leilão de carros e motos tem desde Kombi a Nissan Frontier 0km




Sobre o autor


Mais colunas e blogs


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.