Edição nº 1040 12.10 Ver ediçõs anteriores

Melinda Gates e o futuro do trabalho

Melinda Gates e o futuro do trabalho

Em artigo publicado na rede social Linkedin, Melinda Gates, que comanda a Bill & Melinda Gates Foundation, a maior fundação beneficente do mundo, criticou a cultura “workaholic” americana. Para a filantropa, as empresas estão defasadas. “O ambiente de trabalho americano foi concebido supondo-se que os trabalhadores teriam companheiras que ficassem em casa fazendo o trabalho doméstico”, disse. “Isso não era verdade no passado e, definitivamente, não é hoje.” Como resultado, as mulheres, principalmente, acabam sobrecarregadas. “Estamos enviando nossas filhas para um ambiente desenhado para nossos pais”, definiu Melinda, uma das mulheres mais ricas do mundo.

(Nota publicada na Edição 1040 da Revista Dinheiro)

Mais posts

Violência política

A sociedade brasileira tem forte propensão a apoiar posições autoritárias. Em grande parte, isso se deve ao medo da violência, que [...]

A reação da Luiza

O Magazine Luiza criou um disque-denúncia interno para que funcionários possam relatar crimes de violência doméstica. Em três meses, [...]

O sol é para todos

Um estudo feito pela consultoria GTM Research revela que a energia solar pode praticamente igualar a nuclear em capacidade, ao final [...]

O fim das repúblicas de bananas

A expressão república de bananas foi cunhada pelo escritor americano O. Henry, em 1904, e refere-se, pejorativamente, a países pouco [...]

O Brasil bem representado

Duas organizações brasileiras participaram do 5º Fórum Mundial de Educação Continuada, um dos principais eventos sobre o tema no mundo, realizado no final de setembro, em Madri, na Espanha. O Instituto Asas Comunicação Educativa, de São Paulo, apresentou dois projetos de alfabetização midiática, o Olha a Gente Aqui e o Jovem Repórter, que têm como […]

Ver mais