Negócios

Melhores marcas 2019: Apple na ponta e Facebook fora do top-10

O top 10 da lista de melhores marcas de 2019 é comandado por empresas de tecnologia. Queda do Facebook é explicada pelos escândalos de privacidade

Crédito: Brendan Smialowski

Zuckerberg, o fundador do Facebook (Crédito: Brendan Smialowski)

Anualmente a consultoria Interbrand faz um levantamento das melhores marcas globais, que leva em conta o valor da empresa e seu desempenho financeiro, a habilidade da marca influenciar na compra do consumidor e sua habilidade de criar lealdade com seu cliente. Como acontece há anos, as primeiras posições são recheadas de empresas de tecnologia, porém o top-10 de 2019 conta com uma ausência: Facebook.

Segundo Daniel Binns, Interbrand CEO para a CNBC, a saída da empresa de Mark Zuckerberg se deu por conta dos diversos escândalos de quebra de privacidade que minaram a confiança do público na rede social. O auge da companhia na lista foi em 2017, quando ocupou a oitava posição. O executivo relembrou que Apple e Microsoft também sofreram com problemas de privacidade, mas lideram com a questão de maneira mais clara e direta que o Facebook.

O top 10 é formato por, respectivamente, Apple, Google, Amazon, Microsoft, Coca-Cola, Samsung, Toyota, Mercedes-Benz, McDonald’s e Disney.

Já entre os novos integrantes do top 100 das melhores marcas do ano estão a Dell, Uber e LinkedIn. Segundo a Interbrand, a Dell apresentou uma performance trimestral forte, tendo sua receita crescido 15% de outubro a dezembro de 2018. Já o LinkedIn se tornou uma das plataformas sociais mais usadas do mundo, bem como um dos principais instrumentos de um profissional. Já a Uber foi lembrada pelo seu pioneirismo no setor.