Giro

Melania Trump faz campanha pelo marido

A primeira-dama dos Estados Unidos fez campanha nesta terça-feira (27) pelo marido, o presidente Donald Trump, a quem enalteceu, chamando-o de “lutador”, e oferecendo apoio às vítimas da pandemia.

Melania, de 50 anos, tem sido uma presença rara nos eventos de campanha do presidente, mas foi elogiada por seu discurso na convenção nacional do Partido Republicano, em agosto, quando Trump foi nomeado oficialmente para disputar um segundo mandato.

“Donald é um lutador. Ama este país e luta por vocês todos os dias”, disse a primeira-dama, que apareceu sozinha este ano pela primeira vez. Ela se dirigiu aos simpatizantes do presidente na Pensilvânia, um estado-chave nas eleições de 3 de novembro, em que ele enfrentará o democrata Joe Biden.

Na semana passada, Melania Trump viu frustrados seus planos de sair em campanha, devido a uma “tosse persistente”, após ter sido infectada no começo do mês com o coronavírus, que também contagiou seu marido e o filho adolescente dos dois, Barron.



“Obrigada por todo o amor e apoio que nos deram quando nossa família foi diagnosticada com a covid-19”, disse nesta terça. “Nós nos sentimos muito melhor agora”.

A ex-modelo eslovena também dirigiu palavras de compaixão às famílias dos mais de 225.000 americanos que morreram de covid-19 este ano.

“Sei que tem muitas pessoas que perderam seus entes queridos ou conhecem pessoas que foram afetadas para sempre por esse inimigo silencioso”, disse.

“Os pensamentos e as orações da minha família estão com todos vocês neste momento difícil”, acrescentou Melania Trump. “Nós derrotaremos este vírus”.

Em seu discurso, Melania fez alguns comentários sobre o uso que seu marido faz do Twitter, um meio pelo qual costuma lançar impropérios e atacar seus adversários.

A campanha “Be Best” (Seja melhor), uma iniciativa distintiva da primeira-dama, que promove “interações na internet edificantes, positivas e respeitosas”, segundo o site da Casa Branca, costuma ser alvo de críticas devido à atitude do próprio presidente.

“Pela primeira vez na história, os cidadãos deste país podem escutar direta e instantaneamente seu presidente todos os dias através das redes sociais”, disse Melania Trump.

“Nem sempre concordo com a forma como diz as coisas”, acrescentou, em meio a risos da multidão. “Mas para ele é importante falar diretamente com as pessoas às quais serve”.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago