Economia

Meirelles diz que há dificuldades para implementação de medidas por parte do BC

O secretário da Fazenda do Estado de São Paulo, Henrique Meirelles, criticou a demora dos repasses do governo federal para as medidas de estímulo à economia do Estado. Segundo Meirelles, os repasses de recursos do Banco Central, por meio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e do Sistema Financeiro “tem limitações devido à complexidade do trajeto”, mas que “isso precisa ser acelerado”. De acordo com o secretário “há um problema de implementação”.

Segundo Meirelles, o Estado teria um aporte de R$ 1,5 bilhão para a realização de medidas que garantiriam o padrão de consumo das famílias e a liquidez de empresas, porém, “por razões não compreensíveis, o BNDES se recusou a fazer o repasse para o Banco Desenvolve São Paulo”. “O Estado depende de repasses de recursos federais”, disse o secretário.

“Este é o momento de proteger empregos e salvar a economia e não de fazer política”, completou Meirelles durante entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago